Home

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Todo dia ela faz tudo sempre igual



Por Luciana Kotaka


Vivemos uma realidade massacrante, as horas escorrem entre os dedos numa rapidez assustadora, não temos tempo ou paciência para prestarmos atenção aos detalhes…

Saímos para trabalhar de manhã ou ir para a faculdade e vamos correndo, meio que dormindo, já com a cabeça cheia de preocupações, compramos comida pronta no supermercado pois é rápido, ou pedimos pelo tele entregas, veja que maravilha.

Já na frente de uma televisão, com um bom filme, ou no computador quando estamos teclando com alguém, vamos engolindo a comida sem nem mastigarmos …aí quando nos damos conta ao irmos colocar aquela calça jeans que adoramos, ela não entra, está garroteando a cintura , mas compramos outra mais larguinha, uma batinha para disfarçar, até o momento que caímos na real e nos enxergamos no espelho, mas não a si mesma que conhecemos e sim uma desconhecida.

Nesse desespero de não sabermos em que nos transformamos, saímos correndo comprar uma revista na banca, essas de dietas e devoramos as “novidades” em busca de um remédio milagroso, um shake ou algum chá poderoso que poderá colocar um fim nessa situação

Vamos nos acostumando a todos os dias olharmos no espelho mas não nos enxergamos, passamos o batom , penteamos o cabelo automaticamente, e um número cada vez maior de mulheres e homens colocam a roupa e nem se olham, não querem se olhar ou prestar atenção no que está acontecendo.

Então a amiga a chama para sair e como não tem roupa que não fica bem, não sai, se acostuma ficar dento de casa curtindo a solidão. Aparece uma oportunidade de ir para a praia, mas temos vergonha de tirar a roupa, e assim vamos deixando nossa vida em stand by, não vivemos mais, vegetamos.

Mas a felicidade é uma porta que se abre para fora e não para dentro. Podemos olhar para as inúmeras portas que se abrem e ficarmos somente olhando, mas podemos levantar e sair da nossa zona de conforto e abrirmos as portas e olhar para fora.

Lembre-se que qualquer mudança na sua vida depende somente do seu desejo, de suas ações.

Um corpo magro não acontece de uma hora para outra, tem que propiciar mudanças, e isso exige paciência e comprometimento.


Psicóloga e especialista em Transtornos Alimentares, Luciana Kotaka desenvolve seus trabalhos há mais de 14 anos, sendo referência nesta área por realizar atividades focadas em tratamentos que envolvam a relação direta entre o distúrbio do peso e a psicologia.

Em seus trabalhos, Luciana parte dos conhecimentos dessa ciência para então chegar nas possíveis causas do transtorno alimentar do paciente. Nos encontros, busca mostrar às pessoas que é possível emagrecer de forma sadia tanto mentalmente quanto corporalmente.

Neste novo formato de terapia o paciente consegue observar o quanto têm um papel fundamental para sua própria saúde, bem estar e qualidade de vida.




Psicóloga Luciana Kotaka
CRP – 08/06502-1
Curitiba - PR

3 Comentários:

*** Dani *** disse...

Nossa!!!

Fiquei até arrepiada!
É isso mesmo amiga ! Adorei!

Beijo

Maria disse...

AMIGA, ESTOU PASSANDO PARA LHE DESEJAR UM ÓTIMO FDS BEM LIGHT!

BJOS

Fit Light disse...

Amei e já te sigo
Vim te desejar uma semana perfeita
com muita determinacão
Bj no coracão

Postar um comentário

Seu comentário é sempre um incentivo! Obrigada e volte sempre!
( :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...