Home

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Dicas de emagrecimento


1-Pratique o bom senso

Não existem tratamentos mágicos, e fazer jejum jamais, pois ficar sem comer não emagrece. Então vamos exercitar o equilíbrio.

2-Informe-se

Entenda as consequências do excesso de gordura para sua saúde e os porquês de cada atitude proposta para perder os quilinhos a mais. Veja em sua cidade centros de atendimento para auxiliar no processo de perda de peso.

3-Reflexão

Buscar dentro de si as causas que o levaram a engordar vai ajudar a atacar a raiz do problema. Observe seus hábitos diários e corrija gradativamente a sua atitude em relação a alimentação. Nada como começar a perceber-se para identificar os gatilhos emocionais que a levam engordar.

4-Tenha paciência

Programe resultados para médio e longo prazos. As recompensas da eliminação de peso serão mais saúde, qualidade de vida e beleza física, nesta ordem. Então, o que está esperando?

5- Mantenha-se motivado

Acredite! Sentir-se capaz vai te dar força para não aceitar pressões, ter sempre atitudes positivas e manter-se entusiasmado. Visualize-se sempre magro, alegre e saudável. Procure sempre manter-se dentro das metas traçadas.

6- Seja criativo

Use a imaginação para deixar seu prato colorido, isso o tornará mais atraente e saudável. Encontre uma distração ou hobby para desviar sua atenção da comida. Vale fazer um curso, ligar para uma amiga, tomar um banho relaxante e até montar um belo quebra cabeças.

7-Programe resultados

Estabeleça metas semanais: é indispensável que elas sejam realistas e jamais representem planos impossíveis de ser alcançados. Emagrecer é muito mais do que se alimentar corretamente, é adotar um estilo de vida. Então, nada de rigidez, mas tenha metas.

8-Ame-se

A decisão de emagrecer tem que partir de você, não faça nada para agradar aos outros. Cuide de sua aparência, sentir-se bonito e atraente vai animá-lo a prosseguir com a reeducação alimentar. Você é a única pessoas capaz de se fazer feliz.

9-Discipline-se

Coma de tudo, mas sem comer tudo. Aprenda a seguir regras e rejeitar tentações. Mastigue devagar, prestando a atenção a tudo que come, procurando distinguir o sabor de cada alimento. Uma boa alimentação é fundamental nesse processo.

10-Adote hábitos saudáveis

Procure uma atividade física que lhe dê prazer e pratique-a regularmente; beba muita água e não se esqueça de cuidar da cabeça e do coração. Seu estado de espírito tem tudo a ver com o sucesso de sua reeducação alimentar. Então vale a pena dançar, andar de roller, praticar natação, entre outras atividades esportivas.



Psicóloga e especialista em Transtornos Alimentares, Luciana Kotaka desenvolve seus trabalhos há mais de 14 anos, sendo referência nesta área por realizar atividades focadas em tratamentos que envolvam a relação direta entre o distúrbio do peso e a psicologia.
Em seus trabalhos, Luciana parte dos conhecimentos dessa ciência para então chegar nas possíveis causas do transtorno alimentar do paciente. Nos encontros, busca mostrar às pessoas que é possível emagrecer de forma sadia tanto mentalmente quanto corporalmente.

Neste novo formato de terapia o paciente consegue observar o quanto têm um papel fundamental para sua própria saúde, bem estar e qualidade de vida.


Psicóloga Luciana Kotaka
CRP – 08/06502-1
Curitiba - PR 

3 Comentários:

Anônimo disse...

Muito legal!Esse incentivo deve contribuir para esse processo de reeducação alimentar de muitos seguidores.Parabéns e continue com esse trabalho que vem fazendo através do seu blog.Beijo,Tatiana.

Dida - Futura Ex-Gordinha disse...

Adorei as dicas!
Vou colocá-las em prática!
Aproveite o FDS sem Jacar ok?
Beijos

Uma Futura Magra disse...

Olá, Tatá!

Fico feliz que goste do meu blog. Mantê-lo me ajuda muito também.


Bem vinda, Dida!

Tento não "jacar" todos os dias!

Beijos!!!

Postar um comentário

Seu comentário é sempre um incentivo! Obrigada e volte sempre!
( :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...